A MESMA CRENÇA
DO PRIMEIRO AMOR
QUERIA OLHAR A
VIDA SEM NENHUM TEMOR,
QUERIA AINDA CRER
NO QUE JÁ NÃO SE CRÊ,
 QUERIA QUE O DERRADEIRO
 AMOR FOSSE VOCÊ..
QUERIA, HÁ COMO EU QUERIA...
SORRIR MANHOSA, SEM PAVOR,
 DESCALÇA, SOLTA, DENGOSA,
ESPERAR À BEIRA MAR
ESSE AMOR QUE VEM VOCÊ..
QUERIA SENTAR
AO TEU LADO, SILENTE,
SER MULHER, SER FOGOSA,
FAMINTA DESSE AMOR DERRADEIRO
 QUE SINTO POR VOCÊ...
AGORA!   

 
23-06-2007

O envio que chega rapidinho !!!

| Home Voltar |
|
Fale comigo |
Adicione este site aos seus Favoritos

Desde 10.10.2007,
você é o visitante nº


Direitos autorais registrados®
Direitos autorais  protegidos pela Lei 9.610 de 19.02.1998.